17.6.13

Prova de Português 12º Ano

Lê-se a Prova 639 / 1ª fase, e fica-se com a ideia de que ela só pode ter sido elaborada por uma mente urbana e caprichosa.
Fernando Pessoa vale 100 pontos! Como diria David Mourão-Ferreira: «Tanto Pessoa já enjoa!» Na verdade, quem melhor do que o heterónimo Ricardo Reis para nos ajudar a vencer a crise! E, sobretudo, parece não restar qualquer dúvida de que o grande tema de Alberto Caeiro seria a Natureza! Pessoa bem tinha avisado, no poema "Autopsicografia", que o leitor tende a cair no vazio e na idiotia.
Será certamente pelo mesmo motivo que António Lobo Antunes diz (Grupo II): «Quem tiver olhos que leia, quem não conseguir ler, desista.»
E de facto utilizar a "crónica" desta autor para elaborar um medíocre questionário de escolha múltipla só pode ser sinal de falta de olhos, de cegueira! Há por aí tantos textos informativos disponíveis para esse exercício!
Já no Estado Novo se aproveitava a epopeia "Os Lusíadas" para testar o conhecimento de Gramática, em particular da Sintaxe, porque isto de explorar o sentido do texto pode ser subversivo...
 
E quanto ao III Grupo, vai ser muito interessante avaliar o espírito crítico e transformador da sociedade na perspetiva dos jovens que, hoje, realizaram esta prova, quando muitos outros o não puderam fazer!
E como diz o ministro Crato, no dia 2 de Julho haverá mais. Vamos ver se Pessoa continuará a valer 100 pontos ou se os irá partilhar com Camões... A fórmula do GAVE manter-se-á, não tenho dúvida!
 
 

Sem comentários: