5.6.18

A verdade da aranha

«En psychologie comme en logique, il y a des vérités mais point de vérité.» Albert Camus, Le raisonnement absurde.

Indignar-me, só no momento. Não tenho tempo para mais. É por mais evidente que a soma da verdade de cada um não perfaz a Verdade. Nem ela é possível ou, em último caso, não está ao meu alcance…
Mais sossegado, avanço na teia, calibro todos os nós que a constituem, na esperança que ela não desfaça a minha verdade do dia - cada indivíduo merece uma oportunidade, mesmo se cretino…
E para que o meu sossego não se desmanche, por favor, não me falem em nome da Verdade e muito menos em nome da Justiça!