23.10.18

Pardas, um pouco encardidas

Elas nem eram assim tão velhas, no entanto, pareciam pardas, um pouco encardidas… a água não corria da torneira, era preciso ir buscá-la à nascente, e só com a chegada do Outono (maiúsculo) o céu escurecia em promessa de trovoada…
São essas velhas, do antigamente, que, agora, me lembram que o Outono tem Voz - como bem lembrou Antero de Quental - uma voz arrependida de ter vivido na Ilusão, rendida a uma Beleza etérea… quando a Natureza lhe apontava o caminho das pedras, o caminho das cabras, talvez até o caminho do moinho, onde a mó cumpre naturalmente a sua função, longe de atalhos e de véus translúcidos…
Talvez por ser Outono, estas velhas são únicas, nunca conheceram o Inverno, o mesmo será dizer que, pardas e um pouco encardidas, continuam longe do Inferno…