15.4.18

O monstro e o homem

"Estas não são as ações de um homem, são os crimes de um monstro" justificou Trump, referindo-se ao "alegado ataque químico" levado a cabo pelas forças de Bashar al-Assad em Douma... 
É verdade, Bashar al-Assad há muito que deveria ter sido afastado do poder, pois não há dúvida que se trata de um criminoso, mas não de um monstro, pois os monstros são representações psíquicas forjadas pela mente humana, em geral, para dar conta do medo que a tolhe...
Não foi por falta de ocasião, de meios ou por medo que o derrube do ditador Bashar al-Assad ainda não foi levado a cabo, mas sim por conveniência já antiga.
Ainda assim, se queremos aceitar que Bashar al-Assad é um monstro, então temos que reconhecer que não é único...
Creio, no entanto, que este tipo de ações não pode ser assacado a um qualquer monstro, por maior que o imaginemos, mas, sim ao homem, o único ser que é verdadeiramente exterminador.