Abexim me confesso

Nós todos, homens, que neste mundo vivemos opressos pelos vários desprezos dos felizes e pelas diversas insolências dos poderosos - que somos todos nós neste mundo, senão abexins?
Fernando Pessoa, Outubro 1935

21.5.18

Relances

«... relances há/ em que creio, ou se me afigura, / ter tido, alguma vez, passado // com biografia...»                      Rui Knopfli, Memória consentida, in nada tem já encanto, Tinta da China, 2017

não sei se são relances, se fulgurações...
de súbito surgem breves histórias inteiras...
mas tão distantes que por mais convincentes se perdem em vagares indiferentes
- não cresce ali nenhuma imagem e muito menos uma qualquer hipotipose...
- dizem-me que o imaginário caiu em crise 
- não sei se acredite... não temos nada em comum a não ser o animal acossado

bem replica o Poeta: « cada homem é uma ilha / cega na mais densa cerração.»
... apesar do outro Poeta: «cada homem é uma raça»...