6.6.17

Começo a compreender

Começo a compreender por que motivo o Mal se tornou minúsculo e creio que até o Supremo Bem segue pela mesma estrada. 
Também a História já se tornara minúscula, sem esquecer Deus que cedeu a maiúscula à multiplicidade de representantes que vão edificando templos ( e não o Templo!) a cada esquina...
Alguém me explicou que os intelectuais abdicaram face à proliferação da descabelada opinião em que um corte de cabelo é mais importante do que a multidão faminta que se deixa asfixiar nas lixeiras...
Começo a compreender que alguém possa esbracejar além da vidraça porque, apesar de tudo, não se pode ser arruaceiro sozinho...
Começo a compreender por que motivo há uns sindicalistas que querem «um compromisso do governo para negociar um regime especial de aposentação para os docentes, ao fim de 36 anos de serviço, sem penalização
De qualquer modo, penso que todos sabemos que um compromisso é uma coisa minúscula!